blog hashrate bitcoin
blog hashrate bitcoin

Tudo o que você precisa saber sobre hashrate do Bitcoin

Descubra como dominar um dos principais indicadores do Blockchain

As criptomoedas não são apenas uma tendência de mercado, mas sim uma realidade em nosso cotidiano. Cada vez mais pessoas estão interessadas no assunto e novos investidores continuam surgindo. Porém, existem diversos termos no mercado de ativos digitais que nem sempre são claros para os novos investidores.

Um desses termos é o hashrate. Você aprenderá nesse artigo o que está por trás desse indicador, como ele funciona e o motivo pelo qual ele é tão importante na análise dos criptoativos. Se interessou? Então fique com a gente e descubra tudo o que você precisa saber sobre o hashrate do Bitcoin!

Por que é importante conhecer os termos cripto? 

No mercado de criptoativos há uma variedade de termos que são desconhecidos para quem está começando agora. No entanto, eles são importantes, pois descrevem recursos ou características técnicas que podem te ajudar no desenvolvimento de estratégias operacionais.

Por exemplo, entre os anos de 2016 à 2018, houve um aumento do hashrate do Bitcoin, em contrapartida, os preços dos ativos digitais diminuíram drasticamente, o que fez diversos players se retirarem do mercado de mineração de Bitcoin.

Hashrate do Bitcoin entre os anos de 2016 a 2018
Hashrate do Bitcoin entre os anos de 2016 a 2018

É fundamental que você entenda a relevância do indicador hashrate, especialmente se você estiver pensando em entrar no mercado de criptomoedas como investidor a longo prazo.

Mineração de Bitcoin e Hashrate

A mineração é o processo pelo qual as transações de criptomoedas são verificadas e registadas no Blockchain. O trabalho realizado pelos mineradores é essencial para manter a integridade da rede e por introduzir novos bitcoins no sistema ao resolver cálculos sequenciais complexos.

Novos ativos digitais são geradas pelo processo de mineração ao seguirem um conjunto predefinido de regras. Tomando como exemplo o Bitcoin, a medida que a quantidade de mineradores aumenta, maior o hashrate, aumentando a velocidade de geração de novos blocos na rede.

Além das criptomoedas, o minerador também é remunedado com as taxas pagas pelos usuários que estão enviando as transações de Bitcoin. Tudo isso é possível graças ao algoritmo Proof-of-Work. Calma, vamos te explicar!

Entenda o que é Proof-of-Work

Proof-of-Work, também conhecido como PoW, é um mecanismo desenvolvido para evitar gastos duplos na rede Bitcoin. Hoje em dia, as principais criptomoedas utilizam o PoW como seu algoritmo de consenso, sendo um dos principais métodos que garantem a integridade do Blockchain.

É aqui que entra a Proof-of-Work. Ela garante que os usuários não estão utilizando o dinheiro que eles não têm o direito de gastar. Usando uma combinação de teoria de jogo e criptografia, o algoritmo PoW permite que qualquer pessoa atualize as informações no Blockchain, de acordo com as regras do sistema.

O PoW exige que os mineradores utilizem seus recursos computacionais até que seja encontrada uma solução para um quebra-cabeça. Essa solução é a hash do bloco. Os dados contidos na hash funcionam como uma “impressão digital”, sendo exclusivos para cada bloco.

Mas afinal, o que é hashrate do Bitcoin?

Hashrate é um indicador do poder computacional utilizado durante o processo de mineração de Bitcoin. Esse indicador é medido em unidades de hash/segundo, o que significa a quantidade de cálculos que as máquinas podem processar a cada segundo na rede Bitcoin.

Quanto maior o hashrate de uma máquina, maior a chance de minerar um bloco e receber bitcoins como recompensa. Esta é a principal razão pela qual os mineradores se reúnem em Pools de mineração, para unirem os poderes computacionais de suas máquinas.

Caso encontrem a solução do hash antes dos demais competidores, a quantidade de bitcoins recebida é diretamente proporcional a todos os participantes do pool, sendo proporcional ao poder de computação de cada um.

Qual a função da taxa de hash?

O indicador hashrate mede o poder computacional nas redes Proof-of-Work , como o Blockchain do Bitcoin, por exemplo. Para conseguir calcular a próxima sequencia do bloco, é necessário possuir uma máquina de mineração competitiva, composta por uma CPU (processador) e GPU (placa gráfica) de última geração que tentam resolver o “quebra-cabeça” do PoW exaustivamente.

O hashrate descreve a quantidade de cálculos, verificação e validação que os computadores conectados a rede Blockchain fazem a cada segundo, combinando os resultados em um único valor de hash.

A taxa de hash é medida em unidades de K (quilo, 1.000), M (mega, 1 milhão), G (giga, 1 bilhão) ou T (tera, 1 trilhão). Por exemplo, 1 Mhash/s indica que 1 milhão de cálculos de hash são feitos a cada segundo.

Por que o hashrate do Bitcoin é importante?

O hashrate é importante por dois motivos: primeiro, para os investidores que dependem de uma Blockchain Proof-of-Work, o hashrate ajuda na previsão dos cálculos de verificação do blocos que estão sendo formados.

O segundo motivo é a importância analítica para os Masters Nodes, que monitoram o desempenho da rede Blockchain, levando em consideração o nível de dificuldade ajustável e o tempo durante de mineração.

hashrate do bitcoin
Dados On-Chain: hashrate do Bitcoin dos últimos 4 anos

Olhando para as propriedades do hashrate do Bitcoin, encontramos a relação da alta taxa de hash com o aumento das operações matemáticas dentro dos 10 minutos disponíveis para o fechamento do bloco.

Por exemplo, se um grande número de mineradores estão trabalhando em um bloco, aquele cque possuir a maior taxa de hash, solucionará a maioria dos cálculos, recebendo a maior parte da recompensa.

A taxa de hash pode mudar?

Sim e Bitcoin é um ótimo exemplo disso. No Blockchain do Bitcoin, por exemplo, o hashrate aumentou significativamente nos últimos anos. A razão para isso foi o interesse crescente pelo trading, o aumento de transações com Bitcoin e o upgrade na capacidade de processamento computacional.

Como usar o hashrate na prática?

O hashrate é essencial, pois tem grande influência na segurança e na sustentabilidade da rede Bitcoin, já que os ganhos dos mineradores está relacionado à taxa de hash, pois quanto maior o hashrate, mais blocos estão sendo minerados.

Então, como você pode descobrir a taxa de hash da rede? Somando o poder computacional de todos os mineradores que compõem a rede Bitcoin.

Hashrate 2018 2020
Hashrate do Bitcoin entre 2018-2020
  • 2017: 14 MH/s
  • 2018: 60,57 MH/s
  • 2019: 114,25 MH/s
  • 2020: 163,3 MH/s

Esse cálculo é feito como uma estimativa com base no número de blocos minerados e na dificuldade de mineração na rede, uma vez que não é possível saber exatamente o poder minerário do Bitcoin.

Hashrate 2017 2020
Em amarelo, o hashrate da rede Bitcoin entres os anos de 2017 a 2020. Em azul, preço do Bitcoin no mesmo período.

Em resumo, o hashrate é um dos indicadores de saúde da rede, indicando que mesmo em momentos de correção do valores do Bitcoin, como o ocorrido no período entre 2018 e 2019, a taxa de hash continuou aumentando, demonstrando a confiança dos mineradores e usuários realizando transações de compra e venda do ativo. Isso fica ainda mais evidente a partir de julho de 2019, quando o Bitcoin atingiu US$ 8 mil, a taxa de hash alcançou o patamar de 114,25 MH/s e continuou em uma crescente até dezembro de 2020, quando o Bitcoin bateu o recorde histórico de US$ 23 mil, com a taxa de hash de 163,3 MH/s.

Pronto para negociar?

Agora que você já sabe tudo sobre o hashrate do Bitcoin e o quanto ele é importante para a análise de dados On-Chain, você poderá utilizar esse indicador a seu favor durante a criação de estratégias operacionais e entender de uma forma mais profunda qual o melhor momento de entrar ou sair de uma posição.

Se você quiser saber mais sobre hashrate ou outros assuntos relacionados à criptomoedas, não deixe de nos acompanhar nas redes sociais do Vector Crypto!

Conheça o Vector

Se você gostou desse artigo e quer saber mais sobre Dados On-Chain, conheça o VectorPro e tenha à disposição as ferramentas mais avançadas de negociação e análise do criptomercado.