Conheça a Litecoin, a prata das criptomoedas

As criptomoedas têm sido um tema muito discutido ao longo dos últimos anos. Às vezes parece que todos têm uma opinião ‒ seu tio, o cara na fila do Burger King, e claro, todas as pessoas da internet. Essa fama não é uma surpresa, afinal, as moedas digitais são desenvolvidas utilizando uma tecnologia inovadora que tem o potencial de mudar a forma como a nossa economia funciona, e certamente as altas oscilações de valores nos preços das criptomoedas criptográficas também atraem muita atenção.

A primeira e maior criptomoeda é a Bitcoin. Mas, essa não é a única moeda digital por aí. Ethereum, Cardano, e Litecoin também estão entre as favoritas do mercado. Continue nos acompanhando, pois é sobre a Litecoin, também conhecida como a “prata das criptomoedas”, que você irá aprender no artigo de hoje.

 

Quem criou a Litecoin?

Desde 2011, a Litecoin tem estado estreitamente associada com seu fundador e criador, Charlie Lee, um cientista da computação e graduado pelo Massachusetts Institute of Technology. Lee seguiria uma carreira em tecnologia antes de criar a Litecoin, trabalhando no gigante da Internet Google. Mais tarde, ele se juntou mais tarde à Cryptocurrency Exchange Coinbase como Diretor de Engenharia em 2013.

Uma vez que se juntou à startup, Lee largamente colocou de lado o desenvolvimento da Litecoin, dizendo em 2017 que achava que seu objetivo mais importante na época era ajudar as pessoas a “possuir o bitcoin e segurar o bitcoin”. No final de 2017, Lee partiu da Coinbase para focar no desenvolvimento da Litecoin em tempo integral. Charlie Lee agora atua como diretor administrativo da Litecoin Foundation, uma organização sem fins lucrativos dedicada ao projeto.

 

O que é Litecoin?

Considerada como a prata das criptomoedas, a versão de 2011 da Litecoin inspirou muitos desenvolvedores a tentarem expandir a comunidade cripto, alterando o código da Bitcoin e usando-o para lançar novos tipos de blockchains. 

Portanto, embora a Litecoin não tenha sido a primeira moeda criptográfica a copiar o código da Bitcoin e modificar suas características, ela é uma das mais significativas historicamente, estabelecendo um mercado robusto ao longo do tempo, mesmo tendo às vezes enfrentado críticas de que lhe falta uma proposta de valor clara.

Por exemplo, a Litecoin primeiramente diferenciaria sua tecnologia reduzindo o tempo que levava para que novos blocos de transações fossem adicionados à sua blockchain. A idéia era que isto poderia ser atrativo para os traders, que às vezes eram obrigados a esperar por até 6 confirmações na rede Bitcoin. 

Como o interesse dos traders por Bitcoin aumentou no início de 2010, a Litecoin adotou uma abordagem mais agressiva no desenvolvimento, sendo pioneira em novos recursos como a  Lightning Network e a Segregated Witness, tecnologias de ponta que agora estão integradas ao Bitcoin.

Em vez de promover a concorrência entre as redes, o mercado de criptomoedas enxerga os os valores da Litecoin estando totalmente alinhados com a Bitcoin. Os primeiros esforços de marketing para a divulgação do projeto chegaram ao ponto de retratar a Litecoin como a “prata”, sendo a Bitcoin o “ouro”, uma fama que continua a atrair investidores até os dias de hoje.

 

Como a Litecoin funciona?

Por ser uma modificação do código da Bitcoin, a Litecoin tem muitas características semelhantes com a criptomoeda mais famosa do mundo. Portanto, se você souber como funciona a Bitcoin, provavelmente irá entender a Litecoin. 

A Litecoin usa criptografia que permite a transações de sua moeda, o LTC, e seu software coloca um limite de emissão de litecoins, que podem ser criadas até 84 milhões de unidades. Como a Bitcoin, a Litecoin também usa uma forma de proof-of-work que permite a qualquer um que dedicar seu poder computacional a adicionar novos blocos à blockchain e ganhar litecoins como recompensa.

As principais diferenças são que a Litecoin visa finalizar as transações rapidamente e que ela usa um algoritmo de mineração diferente da Bitcoin. Na Litecoin, novos blocos são acrescentados à blockchain aproximadamente a cada 2,5 minutos, já a Bitcoin demora em torno de 10 minutos para o fechamento do bloco.Inicialmente, o algoritmo de mineração da Litecoin tinha o objetivo de reduzir a necessidade de equipamentos especializados para mineração, porém, mais tarde foi necessário o upgrade de hardware. 

Desde então, a Litecoin tem se mostrado um campo de testes valioso para a criptografia. Em 2017, a Litecoin implementou a Segregated Witness, tecnologia que ajuda as criptomoedas acrescentarem mais transações por bloco. Mais tarde naquele ano, a primeira transação Lightning foi concluída na rede Litecoin, um desenvolvimento que mostrou como ela poderia usar um projeto de rede em “camadas” (layers).

 

Litecoin e o mercado

A Litecoin está programada para produzir um suprimento finito de 84 milhões de LTC, reduzindo periodicamente a quantidade de novos litecoins que são produzidos na rede. Devido ao fornecimento previsível e finito, a Litecoin é bastante popular entre os traders, que têm confiado em sua valorização em torno da redução de oferta, além de sua volatilidade que acompanha o crescimento da Bitcoin em períodos de bull market

A Litecoin também pode ser usada para pagar até mesmo o seu café, já que ela se anuncia como uma “criptomoeda focada em pagamentos baseados em blockchain”. Seu objetivo principal é atuar como um meio de pagamento, eliminando a necessidade de bancos ou intermediários. 

Portanto, muitos traders que olham para uma criptomoeda como a Litecoin, estão geralmente especulando que a moeda irá construir uma riqueza relativa a longo prazo. No entanto, há sempre riscos com especulações. O risco é uma parte natural da compra de ativos digitais. Mas é importante saber que as criptomoedas, devido à sua volatilidade, carrega um grau de risco maior. Ao comprar uma moeda digital, você deve saber o quanto está disposto a perder.

Quando uma criptomoeda atinge o status que a Litecoin alcançou ao longo dos anos, é natural que os investidores fiquem confiantes de que o projeto realmente entrega valor à comunidade blockchain, e provavelmente não perderá seu valor com o tempo. A Litecoin é uma criptomoeda universalmente aceita pelo mercado e ocupa o posto de “prata” do reino digital com maestria.

 

Pronto para negociar?

Agora que você sabe tudo sobre a Litecoin e como ela se tornou uma das principais moedas digitais do mercado, você poderá negociar LTC nas maiores exchanges de criptomoedas do mundo.

Se você gostou desse artigo e quer analisar dados On-Chain da Litecoin, conheça o Vector Pro e tenha à disposição as ferramentas mais avançadas de negociação e análise do mercado de criptomoedas!